terça-feira, 4 de novembro de 2008

Qué Hiciste?



Mañana olvidaré que ayer yo fui tu fiel amante
Mañana ni siquiera habrá razones para odiarte
Yo borraré todos tus sueños de mis sueños
Que el viento arrastre para siempre tus recuerdos

8 comentários:

Teresa Durães disse...

hum... uma língua difícil de entender quando escrita...

Rosa dos Ventos disse...

Gosto muito desta canção!
Quanto ao Perdido, Rodrigo e ao Legível penso que, finalmente, entendi...

Abraço para ti Patanisca

Betty Branco Martins disse...

.querida Patanisca



gosto imenso desta música:)


(.vai ao "Fragmentos" procura e clica no link do_____"Fragmentos Betty Martins. últimas publicações"________e procura o teu link



__________depois diz-me se gostaste?





beijO____C___carinhO

Justine disse...

Agora quem se sente perdida sou eu...:))

(e não tens nada que agradecer as informações!)

Teresa Durães disse...

(o meu blog não é um diário...)

heretico disse...

bela cançao. gosto muito

beijos

legivel disse...

... nada demais. Que nestas coisas de amores e ódios, a razão acaba por prevalecer, com o simpático apoio de uma ventania mais forte.

Já não se entende muito bem é a não participação no jogo dos azulejos. Como se pudesse comparar tão cultural divertimento a viciantes jogos de casinos.


PS: A rosa dos ventos já lá chegou. E nem foi necessária a intervenção do Alta Velocidade...

beijos do mocinho espertinho do costume.

Betty Branco Martins disse...

.querida ______Patanisca






passa por favor pelo "FRAGMENTOS"___obrigada







beijO____C_____CarinhO