quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Um regresso contido e penoso

A minha estada nos States prolongou-se além do previsto. Tive um convite irrecusável que me levará uns meses a Hollywood e pelo qual irei abandonar, por uns tempos, a indústria do saneamento e do ambiente.

Poderia dizer que a vida me tem corrido bem, apesar da crise, não fosse a tristeza com o que se passou com o meu querido Rodrigo. Tenho feito o que posso, e o que não posso, para o apoiar, desde o ter estado discretamente aí em Portugal até ao final da semana passada a fazer-lhe companhia no Tremontelo e a animá-lo. Não é que o Rodrigo precise que o animem, que é homem de força telúrica, mas ele merece a nossa companhia e apoio, sobretudo nas horas difíceis. Quero que ele não pare de escrever e até que volte ao blogue - que simplifique essa história toda dos vários blogues. A minha participação aqui irá certamente rarear, mas não desistirei de animar o serão das amigas (e amigos) portuguesas. Beijinhos a todas. E a todos.

11 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Lamento que a tua estadia fosse por causa tão desagradável, espero que o Perdido já se encontre melhor!
Continuo com dificuldades em contactar com ele devido ao seu estilo especial de fazer blogues...
Eu a pensar que já eras secretária do Obama e tu viraste estrela de cinema!
Também com uns olhos tão bonitos...é o que posso ver...

Abraço, Patanisca-Teresa

Teresa Durães disse...

começo a entender a ausência do Perdido.

Hollywood versus indústria do saneamento e do ambiente? Baralhei-me!

Justine disse...

Oh Patanisca, tu agarra-me com ambas as mãos essa oportunidade em Hollywood, que isto com a crise nada se pode recusar, nem sequer um empregozito de cacaracá...
E quanto ao Rodrigo, se conseguires ainda entrar em contacto com ele - coisa que eu não consegui - transmite-lhe os meus respeitos e o desejo de que o ataque de misantropia lhe passe rapidamente.
Muitas felicidades para ti, com beijinho retribuído:))

Betty Branco Martins disse...

.________querida Patanisca



eu já tinha notada a falta do Rodrigo. desejo de todo o coração que tudo corra bem



.e nestas horas que os amigos têm que estar ao lado



.____desejo também as maiores FELICIDADES para ti minha querida





estarás sempre no meu coração



__________///






beijO_____ternO
bFsemana

heretico disse...

as maiores felicidades. pessoais e profissionais...

abraço

magix disse...

Obrigado, Patanisca, pelas notícias que dás do Perdido e do Tremontelo. Já faz uns tempos que não os vejo - nem a um nem a outro - e, de facto, já estava preocupada com o silêncio. Não sei o que se terá passado (ainda bem que estiveste lá...!) mas espero que arrebitem rapidamente - pois me fazem falta os seus escritos.
E para ti - olha, muita boa sorte lá pelas Américas! A concorrência é feroz e nestes tempos de crise...cuida-te!
Abraço
Mag

Duarte disse...

Ante tudo, obrigado. É de bem nascido ser reconhecido e depois de ver o muito ocupada que andas mais ainda.
Aparece sempre que poças que é com sumo agrado que te atenderei.
Desejo-te os maiores êxitos, estou convencido de que vai ser assim, uma pessoa como tu merece que assim seja.
Teresa, desde a distância aqui fica todo o meu apoio. Quero seguir de perto esses progressos, se me concedes essa oportunidade.

Um grande abraço

Duarte disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
legivel disse...

Prontos. Eu sei que já deves estar em LA de cu e ouvidinho com as movie stars aí do sítio que bem me sairam uma cambada de incultos pois se lhes perguntares se sabem quem realizou o Leão da Estrela são bem capazes de responder que foi o Lawrence Kasdan ou o Ridley Scott, mas é só para te informar que tal como me pediste fui falar com o teu querido Rodrigo e penso que as coisas já estão resolvidas ou pelo menos bem encaminhadas, pois ele encomendou-me uma remessa de palavras para outros tantos azulejos. Sobre os honorários é que não falámos mas quando tu vieres cá pelas festas da tua aldeia, tratas directamente com ele sobre esse assunto tão melindroso.
Espero que não dês muita confiança a esses sobrinhos do Sam que quando se lhes dá uma mão querem logo o território todo.

Beijos e sorrisos do Mocinho Esperto.

bettips disse...

Vocemecêses...
Agradeço as notícias, por vias atravessadas. E tu atravessa-te nesses caras de galinha, nessas curvas da vida, amanda-lhes com a tua escrita fulminante, esses olhos sagazes. Não te deixes ficar. Faz tu mesma o saneamento da tua vida!
Beijinhos

bettips disse...

Cuidado com o tio que ele está a passar-se dos teutões ou teutónios? ou neurões ou neurónios? Já diz "oi" e fala em "alívios"... Cá por mim que vá com o Thomas Mann para o Sanatório que as contas na suiça sempre devem dar para o tratamento. Eu só lhe escrevo um aero-grama, sim, um mail leve pelo ar, um dia destes. Mas é preciso que me passe a zanga, ele bem sabe!

Não te percas tu nem percas nada de ti!
Até mais ver, ainda hoje comi uma patanisca de bacalhau que estava bem loirinha! Que azedume não poder desmascará-lo, o bacalhau.